Frases

20 de set de 2012

Recomeçar é preciso


"...Com mais uma tentativa, podemos começar de novo?"
Start Again, RED.


Meu pai é um grande exemplo para mim. Homem simples, vindo do interior, passou fome e conseguiu durante sua vida me ensinar o valor de nunca se abater quando é necessário um recomeço. Recomeçar, para alguns pode parecer frustrante. Pode parecer que por incompetência algo saiu errado e houve necessidade de refazer, agora certo, o que antes foi feito "errado". Mas para meu pai, não.

Nascido no interior, teve que abandonar a vida no campo aos sete anos quando meu avô não teve condições de seguir com a plantação de café. Foi aí que viu o primeiro recomeço de sua vida. Já em Belo Horizonte, foi vender picolés para ajudar no sustento familiar. Mais tarde, o trabalho de cobrador em coletivos fez com que tivesse que escolher entre trabalhar ou estudar e, assim, não conseguiu concluiu o ensino médio. Foi estoquista e depois gerente de almoxarifado em uma grande empresa onde aprendeu sobre o ramo de auto peças. Abriu uma empresa em sociedade com alguns colegas da empresa e fez muito dinheiro. Mas estava sendo roubado e com isso desfez a sociedade.

Foi necessário um novo recomeço. Vendeu os carros e abriu uma pequena empresa que com três anos já era referência no mercado de auto peças. Fez dinheiro e vivemos um período de prosperidade financeira. Com a crise de inadimplência vivida no país entre 96-98, viu-se obrigado a pedir falência. E mais um recomeço foi necessário. Reabriu uma outra pequena empresa no mesmo ramo. Mas os cobradores das dividas antigas batiam á porta e foi obrigado a vender a empresa, e partir para mais um recomeço.

Voltou para sua cidadezinha no interior e foi plantar café sem experiência alguma. As coisas foram bem no começo, mas sofreu um calote da empresa que vendeu e não pode dar seqüência a plantação. Recomeçou novamente: voltou para Belo Horizonte e investiu na proposta dos filhos de abrir uma Lan House. E prosperou mais uma vez. Sem conhecimento algum de informática, deu duro e venceu o medo e o preconceito que nutria sobre os computadores e jogos.

Mas esse mercado era instável e com a facilidade oferecida pelas lojas de informática e empresas de Internet, o negócio esfriou e ele decidiu vender os computadores. Aposentado com um salário que não dava para sustentar a casa, fez o que mais sabia fazer: recomeçou. Distribuiu currículos e procurou emprego, sendo contratado como vigilante noturno em uma escola e recebendo um dinheiro de herança comprou uma Kombi para fazer transporte de excursões.

Tenho orgulho do meu pai. Ele com toda ignorância de homem do campo, educado com rigidez extrema e com certo desconhecimento das minúcias religiosas que muitos cristãos possuem, é um homem que me espelho muito. Teve muitos carros novos e jamais reclamou por precisar recomeçar com um mais antigo. Foi empresário famoso e não se intimidou quando viu a enxada e o pulverizador. Teve muito dinheiro no banco e não se envergonhou por contar moedinhas na Lan House. Usa camisa de malha com o mesmo sorriso que usou social.

Talvez meu pai tenha aprendido muito antes de muitos cristãos a essência da mensagem bíblica: a vida é um grande recomeço. No Éden não vejo Deus punindo o casal, mas convidando-os a recomeçarem de um novo modo. Em Caim não vejo Deus excluindo um membro familiar, mas dando-lhe a oportunidade de agir de forma diferente. No dilúvio não vejo Deus destruindo grande parte da humanidade, mas um convite a fazerem de modo correto desta vez. Em Abraão não vejo Deus selecionando um povo para ser melhor do que os outros, mas uma exemplificação de como Deus quer que as pessoas passem a ser. E na cruz não vejo a ira de Deus sendo apaziguada com sarcasmo de alguém que pede o sangue de seu Filho, mas um chamado a reconciliação, ao recomeço ansiado pela alma humana e que vem em forma de perdão.

Só pode recomeçar quem perdoa e aceita o perdão. Quem perdoa a si mesmo e aos outros quando vai á falência financeira ou quando sofre um calote, e com isso, é livre para humildemente ir adiante. Recomeçar é a melhor resposta mediante as adversidades. É um ato libertador para aqueles que sofrem reveses na vida. É a atitude que o Criador esperar de nós quando decidimos enxergar a vida pelos óculos do Cristo que está sempre a convidar, dizendo "Vem" (Mt 14:29).

4 comentários:

  1. Gostei muito do texto e gostaria que você me tirasse uma dúvida:

    De acordo com:

    "...No Éden não vejo Deus punindo o casal, mas convidando-os a recomeçarem de um novo modo. Em Caim não vejo Deus excluindo um membro familiar, mas dando-lhe a oportunidade de agir de forma diferente..."

    Me veio a seguinte questão: O que você acha sobre a "disciplina",ou "banco", que é aplicada em muitas igrejas,uma espécie de punição para aquele que cometeu determinado pecado e fica por um tempo "fora da comunhão"?

    Não consigo concordar[biblicamente] com isso

    ResponderExcluir
  2. Olá Ismael, tudo bem?

    Essa prática de "disciplinar" alguém encontrado "em pecado" é algo cultural em algumas igrejas e certamente é uma faca de dois gumes: afastar alguém de uma função não faz com que se arrependa do erro e pode ter efeito contrário á intenção caso o membro opte por sair da comunidade; ao mesmo tempo é uma resposta ao erro ("ao erro" e não "ao pecador").

    Acredito que cada caso deve ser estudado e através de um pequeno concílio interno, composto por pessoas piedosas, levando em consideração se tal irmão erra levianamente ou se apenas cometeu um "deslize", chegar numa decisão que seja a mais próxima das que Cristo tomou, conforme lemos nos Evangelhos.

    Se acaso o irmão estiver errando, de forma pré-concebida, alguma repreensão deve ser aplicada para que não faça do serviço (culto) algo sem sentido. Mas tudo com amor e acompanhamento. Afinal de contas, não se trata de uma criança que um pai põe de castigo sentado no sofá.

    Em sumam, posso dizer que é algo complicado de dogmatizar e sistematizar. Cada situação tem que ser avaliada com muito amor, pois no fim, todos temos motivos para estarmos em disciplina (1 Jo 1:8).


    Ps.: Estou sem usar o Messenger, por isso ainda não respondi ao convite.

    ResponderExcluir
  3. Tudo ótimo! E vc?

    Compreendi perfeitamente, é verdade, todos nós temos motivos de sermos disciplinados, I Jo1:8 diz tudo.
    É muito importante essa questão do acompanhamento, o pastor da igreja onde congrego confiou a mim o cargo de liderança dos adolescentes (o turminha rsrsrs), e vejo que precisa mudar muita coisa (inclusive em mim). Peço a Deus sabedoria para fazer um bom acompanhamento, vou precisar rsrsrsrs...


    Muito obrigado meu irmão!


    Ps: Ok, to esperando o o aceite do convite. Com certeza será edificante!

    Um forte abraço!



    ResponderExcluir
  4. Olá , passei pela net encontrei o seu blog e o achei muito bom, li algumas coisas folhe-ei algumas postagens, gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns, e espero que continue se esforçando para sempre fazer o seu melhor, quando encontro bons blogs sempre fico mais um pouco meu nome é: António Batalha. Como sou um homem de Deus deixo-lhe a minha bênção. E que haja muita felicidade e saude em sua vida e em toda a sua casa.
    PS. Se desejar seguir o meu humilde blog, Peregrino E Servo, fique á vontade, eu vou retribuir.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...