Frases

6 de ago de 2012

O professor, o teólogo chato e a vaidade


"Porque na muita sabedoria há muito tristeza;
e o que aumenta em conhecimento, aumenta em dor."
Eclesiastes 1:18

Ter um professor de português como amigo é algo desafiador aqueles que querem exercer o dom da paciência. Principalmente se este for um daqueles que gostam de tudo escrito e falado conforme manda a Gramática. Ter o diálogo interrompido quando alguma palavra foi mal inserida no diálogo ou quando cometemos o "crime" de não fazer corretamente uma concordância verbal é algo que somente quem convive com alguém das Letras, entende. Um simples tweet é ocasião para ser corrigido.

Igualmente é o teólogo. Quem suporta um teólogo corrigindo cada suspiro religioso que possamos emitir? E quando o teólogo é um auto-intitulado "defensor da sã doutrina", a coisa fica feia. As muitas possibilidades de interpretação, raramente são respeitadas e muitas vezes nem são consideradas como possíveis. Estes não suportam assistir uma homilia sem dissecar argumento por argumento bíblico. Até mesmo orar perto desse tipo de teólogo é um constrangimento. Deus me livre de gente assim.

Como teólogo de formação, aprendo muito com meus amados amigos "chatos". Aprendo que o que eu sei não pode ditar os meus relacionamentos do dia a dia. Que o que para mim é de grande valia, para alguém pode não passar de argumentação vazia. Aprendo a respeitar limite do meu saber e do saber alheio. Aprendo a ser menos chato. Aprendo um bocado sobre vaidade, dos outros e minha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...