Frases

28 de fev de 2012

Os pés que anunciam


"E como pregarão, se não forem enviados? Como está escrito:
Quão formosos os pés dos que anunciam o evangelho de paz; 
dos que trazem alegres novas de boas coisas."
Romanos 10:15

Neste último Carnaval fizemos um festival sobre missões, na comunidade a qual faço parte. Enquanto boa parte dos jovens cristãos se reuniam em acampamentos, por um motivo que não vem ao caso, não pudemos fazer o mesmo.

Durante o festival ouvimos irmãos que estão engajados com missões locais, transculturais e urbanas, missionários que estão envolvidos exclusivamente com missões e missionários que dedicam parte de seu tempo a esta, tão importante, tarefa. Nos emocionamos muito com a perspectiva daqueles que se dedicam por vezes mais do que outros irmãos a evangelizar, a cuidar de forma integral das ovelhas do Senhor. Muitos testemunhos foram narrados e encheram nosso coração de forma sublime.

Enquanto ouvia a pregação me lembrei da história de Jonas que ao ser enviado para um tipo de tarefa evangelística escondeu-se no fundo de um barco. E comecei a pensar em quantas vezes repetimos a atitude do profeta e nos escondemos na nave da igreja, em um banco de madeira, sentados, talvez, também bem no fundo buscando passar despercebidos na multidão. Dentro das quatro paredes da igreja, rumamos a nossa Társis pessoal.

Meu conceito de missão foi afetado, positivamente, desde o início de meus estudos teológicos. Bem sei que cumprir o Ide é bem mais do que contar a história de um Deus que se fez homem para morrer e ressuscitar em prol da humanidade. O chamado é para que continuemos aquilo que Ele começou. É o reino que recebemos para cuidar.
E eu vos destino o reino, como meu Pai me destinou. Lucas 22:29
Anunciar é ser testemunha. Testemunhar é ser um mártir¹ se assim precisar. É negar a si mesmo (Mc 8:34). É abrir mão de quem nós somos em prol do outro, assim como Ele fez (Fp 2:7). É tornar Cristo autêntico, verdadeiro para o mundo². É uma tarefa que deve ser feita em tempo integral e de forma integral. Como em um dos lemas da Missão Integral, "O Evangelho Todo, para o homem todo, para todo homem".

Tanto Paulo quanto Isaías (52:7) contemplam o caminhar daqueles que anunciam a Salvação que vem do Senhor: "Quão formosos os pés dos que anunciam...". Abusando da figura de linguagem, afirmo que os pés são formosos devido o seu caminhar, devido aquilo que eles fazem pelo Caminho. Podemos afirmar que no percorrer dos pés por um determinado caminho, os pés vão alterando o cenário removendo pedras, levantando poeira, amassando a grama, etc., mas o que acontece com os pés que caminham no Caminho é que quem sofre alteração são os pés e não o Caminho.

No Caminho somos moldados para que nos pareçamos cada vez mais com Ele. Encontramos vales secos onde nossos pés muitas vezes são feridos por pedras e espinhos. Experimentamos o chão quente ou lamacento ás vezes. Mas também encontramos aconchego em pastos verdejantes e o frescor de atravessar um riacho que dá descanso aos formosos pés.

Assim, quando nos dispomos a viver o Evangelho de forma íntegra e  integral, somos missionários vinte e quatro horas por dia. Somos enviados de Deus no ônibus, na padaria, no clube, no teatro, no shopping, na lanchonete, no trabalho, na escola, no hospital, nas férias, em todo tempo! E no percurso, somos moldados pelo Caminho o qual trilhamos. Aos poucos nossos pés, mãos, rostos, anseios, sonhos, pensar e querer se alinham com Aquele que nos chama dizendo "Vem." (Mt 14:29).

¹ - Martyria.
² - Dicionário Aurélio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...