Frases

21 de set de 2011

O diabo medieval

O professor de História pediu que analisássemos, á partir das aulas, a seguinte imagem:


A representação do diabo na Idade Medieval, em específico no século XIV, é de suma importância para compreender os desdobramentos desta época em que os teólogos determinam como a 'Idade das Trevas'. O monge é quem ataca a figura do diabo que covardemente tenta se defender do sacerdote beneditino (segundo sua caracterização). A figura do diabo foi exaltada com diversos propósitos, sendo dos mais prováveis, a demonização das culturas e religiões greco-germânicas (Poseidon possuía um tridente em suas mãos e as bruxas e os faunos - figuras mítica, que adoravam os espíritos da floresta precisavam ser expurgados da mentalidade medieval). A Igreja Medieval deu ênfase a esta figura para inserir medo nas pessoas (DELUMEAU, Jean. História do medo no Ocidente).

Então, somente demonizando as culturas a Igreja Medival poderia fazer prosélitos com o mínimo o possível de sincretismo religioso. No entanto, o diabo era uma figura imponente que inseria medo nas pessoas. Sendo a Igreja a única com poder para combater este inimigo incomum e poderoso, ela ganha status de poder diante do mundo e pode evitar ou permitir as ações desta figura. É um jogo de relações de poder que está em questão na figura do diabo.

Quaisquer semelhanças com o culto prestado em algumas vertentes religiosas, não é mero acaso. É a busca pela dominação do fiel para que este não saia de perto do sacerdote "ungido e poderoso".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...