Frases

1 de fev de 2011

Quando os cansados são oprimidos

“Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.” - Mt 11:28
Jesus se auto-declara “o Bom Pastor” (Jo 10:11). Ele dá o exemplo do que é ser um bom pastor. Ele jamais pediu para que alguém fizesse algo que Ele mesmo já não havia feito antes. Ele dava exemplo, demonstrando que era possível fazer e pedia para que seus discípulos o imitassem. Em João 21 lemos que Jesus pergunta a Pedro se ele O ama e pede que apascente as Suas ovelhas.

Hoje temos vários tipos de pastores. Uns querem demonstrar o poder de seu chamado ao ministério através de títulos (apóstolos, mestres, patriarcas). Outros querem que o povo veja o quanto Deus (ou seria deus?) é com eles através de seus testemunhos cada vez mais cinematográficos. Há ainda os que foram ensinados dentro da sã doutrina e às vezes “pisam fora da faixa”. 

Dentre todos os tipos de pastores, quero falar hoje sobre os que lançam cargas pesadas sobre os fiéis. Pastores que fazem com que os membros de suas igrejas (sim, eles se acham os donos) os respeitem, os amem, não discordem deles e estejam sempre debaixo de um pesado jugo.

Podemos observar o seguinte nos apelos feitos nas igrejas: “Largue o cigarro, o álcool, a prostituição, as drogas, o roubo, a mentira, blábláblá para receber Jesus em suas vidas...”; “Alguém gostaria de aceitar Jesus esta noite? Alguém? É sua oportunidade, alguém? É como você ‘amado’, venha, não deixe para amanhã... Feche os olhos igreja. Venha, ninguém está te vendo, só Deus. Você pode morrer essa noite, então venha...” (quase ouço um “Pobre Jesus... ninguém está querendo Ele hoje...”).

Em meio  a estes tipos de apelos, as pessoas sentem-se cada vez mais distante de Deus. Elas sabem o quanto é difícil abandonar suas práticas e pensam que não serão aceitas até se verem livres dos seus vícios. E com isso buscam longe do acompanhamento de uma igreja largarem as práticas, o que por certo nunca irá acontecer, antes irão se acostumar com sua situação. Isso as levará ao ceticismo sobre do amor de Deus. Conheço gente que ficou assim.

As pessoas precisam ouvir o verdadeiro chamado, ou apelo, a que todo homem é convidado: “Sua dívida foi paga! ‘Deus perdoou nossos pecados e anulou a conta da nossa dívida. Ele acabou com essa conta, pregando-a na cruz.’ (Cl 2:13-14). O véu foi rasgado. Ele está chamando você de volta para o relacionamento que Adão jogou fora. Reconheça a sua necessidade da salvação oferecida por Jesus e volte para o Pai.”.

Conheço pessoas que não querem ir para a igreja ou se entregarem para Jesus, pois ainda não conseguiram abandonar o cigarro, por exemplo. Pessoas que sentem “saudade” de Deus, mas encontram pastores que lhes impõem um jugo mais pesado do que o do Bom Pastor. Os cansados e oprimidos encontraram no caminho de volta para Deus um obstáculo terrível, pior que o próprio diabo: pastores despreparados.

Jesus via o mesmo acontecer entre os judeus de sua época: “Ai de vocês, mestres da Lei e fariseus, hipócritas! Pois vocês atravessam os mares e viajam por todas as terras a fim de procurar converter uma pessoa para a sua religião. E, quando conseguem, tornam essa pessoa duas vezes mais merecedora do inferno do que vocês mesmos.” (Mt 23:15). 

Conheço pessoas que foram convertidas a um cristo diferente do que as Escrituras mostram. Seguem um evangelho que nem de longe se parece com as Boas Novas de Jesus. São pessoas que envergonham o nome de Jesus e o fazem pensando estarem certas. Creio que a culpa seja de alguns pastores, pois são eles quem direcionam as ovelhas a que pastagem é saudável ou não.

Que tipo de pastor você é? Acordem pastores e líderes, antes que seja tarde demais. As ovelhas não são suas, são de Jesus (Jo 21). E Ele vai cobrar de nós que pastoreamos esse rebanho, pelo que fazemos á elas. Ele deu o exemplo, agora, siga-O.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...