Frases

28 de jan de 2011

Profetas modernos

(Publicado anteriormente em setembro de 2010, em FFCosta)

Vivemos em dias onde muitos são profetas. Basta ter o “desejo no coração” e uma boca para proferir uma série de promessas e julgamentos sobre a vida de alguém. No entanto, esses que hoje são denominados “profetas”, são muito diferentes dos profetas bíblicos.

Os profetas bíblicos denunciavam a corrupção dos governantes (1 Rs 17.1; Am 4.1), dos líderes religiosos (Jr 7.3; Jr 7.24; Jr 7.11 ), do povo (Jr 7.4-6; Am 5.20-24). Eles falavam do problema que atingia a toda a nação de Israel.

O profeta, o nabí em hebraico (que significa aquele que chama, anuncia e denuncia), era um homem que realmente colocava sua vida em risco para denunciar os problemas e pecados do povo, como Elias por exemplo.

Em nossos dias, nossos profetas tagarelas têm denunciado os esquemas do PT, dos grupos homo-afetivos, dos abortistas, dos que odeiam canal evangélico, dos que querem cobrar impostos das igrejas, dos que querem colocar níveis de ruído para o som da igreja não sair para fora, etc.

Dentre estes, destaco três que estão em voga: Júlio SeveroPr. Piragibe e Silas Malafaia. O primeiro se diz um perseguido e hoje estaria refugiado nos Estados Unidos. O segundo utilizou recentemente o púlpito de sua igreja para reagir contra o “inimigo”, e mesmo sem querer-querendo influenciou uma parte do curral evangélico contra um partido. O terceiro, é o mais valente de todos: vai a programas de baixaria para defender sua posição, faz carreata em Brasília e utiliza seu programa televisivo para atacar quem pensa diferente dele, até mesmo seus irmãos em Cristo.

Não quero discutir aqui os temas que estes profetas modernos defendem. Só que acho muito estranho que esse neo nabiismo, nunca gastou tempo para falar que em nosso país a educação vai mal, a saúde é um caos, a distribuição de renda é uma vergonha, o salário mínimo é menor do que em países sul-americanos menos desenvolvidos, que a corrupção é uma marca deste país juntamente com o futebol e o carnaval, que as pessoas morrem de fome e nenhum compra-voto-família consegue resolver.

É muito estranho que esses “profetas” só se preocuparem com política, quando ela começa a atingir com os interesses deles mesmos. Onde estava a voz dos profetas na Ditadura Militar? Uns poucos presos ou exilados, outros cantando música como Chico Buarque. Não é isso que vemos com os profetas clássicos! Isso não é profetismo! São os verdadeiros profetas de araque.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...