Frases

27 de jan de 2011

O frio, o quente e o universal

(Publicado anteriormente em dezembro de 2010, em FFCosta)

Prefiro ser um não convertido a ser convertido e fiel da iURd. Já explico isso. Baseado em Apocalipse 3.15-17, que diz “Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente. Quem dera fosses frio ou quente! Assim, porque és morno e nem és quente nem frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca; pois dizes: Estou rico e abastado e não preciso de coisa alguma, e nem sabes que tu és infeliz, sim, miserável, pobre, cego e nu”, creio que ser desta seita, que começou em uma casa funerária, não significa seguir o Evangelho. Não tenho mais dúvidas.

Hoje pela manhã vindo para o trabalho, fiz a besteira de ligar na rádio que transmite a "lixologia" deles. Foi patético ouvir isso. O bispo camarada que estava pregando falava sobre a tal “fogueira santa”. Dizia que eram os últimos dias para participar e que era uma oportunidade (sic!). O sujeito convocava evangélicos, católicos, espíritas, umbandistas e macumbeiros a participarem e terem sua vida financeira mudada pelo senhor (com “s” minúsculo mesmo).

Creio que os "de religião afro" sintam-se bem naquele lugar. Todos de branco, corredor de oração polonês (já passei neste treco uma vez, fazendo trabalho da faculdade), demônios se manifestando em crentes (é possível? #not!), pregações sem uso da Bíblia, copo d’água, rosa ungida e por aí vai.

O que me chamou a atenção não foram os convidados para participarem do evento, e sim a quê eram convidadas as pessoas: campanha de botar o dedo no nariz de Deus e cobrar as promessas bíblicas (como se isso fosse possível). Eeeeeeei! Cadê o chamado a conversão? O chamado ao arrependimento? Cadê? Por um acaso o chamado de Jesus Cristo foi para mudança financeira? NÃO! Que filho do capeta esse cara, que não ouso gravar o nome nem repeti-lo!

Para piorar o sujeito pôs uma pessoa para “testemunhar” o que havia acontecido em sua vida após participar de uma destas fogueiras de bruxaria.  Anotei o que a mulher falou. Ela disse algo mais ou menos assim:

Eu não tinha dinheiro para nada antes de entrar para esta igreja (sic). Vivia dividindo um pastel por quatro por não poder comprar mais de um. Freqüentava outras igrejas ai que ficam só dando “glória á deus”, mas isso não enche barriga. Pensei: se servir a deus é passar fome, prefiro o mundo. Mas depois da fogueira, tudo mudou. O deus que vocês me apresentaram [só pode estar falando de Mamon!], me deu tudo o que eu queria no prazo que determinei [esse povo manda que é uma beleza!]. Em dois meses deus me deu o que eu pedi e como eu pedi: em Dólar. Não queria Real. Queria Dólar. E ele deu. Hoje tenho uma casa avaliada em um milhão de reais. “E não ando mais com Real no bolso, só Dólar.

Estarrecido, pensei: ou essa mulher é uma mentirosa digna da fogueira de Abigail Williams, ou Deus quis abençoá-la para que ela suprisse algum justificado do Senhor. Não me interessa saber da veracidade desse caso, isso é com Deus.

Sim, eu prefiro estar decaído, longe de Deus, longe da Igreja, dos meus amados irmãos, da Santa Ceia, da preciosa e maravilhosa Graça dada a nós em Jesus Cristo. Prefiro porque estando no mundo e ouvindo a voz do Senhor me chamar eu iria responder ao seu chamado e seria salvo (“As minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem.” João 10:27). Mas estando em uma seita que ensina um outro Evangelho, contrário a palavra do Senhor, dificilmente eu iria obedecer a vontade de Deus. Estaria na igreja apenas para que Ele fizesse a minha vontade e por ser induzido por pseudo-pastores creria estar fazendo o correto.

Peço a Deus por meus muitos amigos ovelhas da iURd (com “i” e “d” minúsculos). São boas pessoas, mas levam a marca dessa doutrina que não provém de Deus. Infelizmente. Também não estou dizendo que eles não irão para o céu ou que não são ovelhas do Bom Pastor. Não me interpretem mal. Só prefiro ser frio do que morno, pois assim terei certeza que quando ler as Escrituras e ouvir a voz do Senhor terei certeza que preciso mudar para não ficar enganado.

Um comentário:

  1. Infelizmente essa é uma das muitas duras verdades em nosso país. Somos um povo sem consciência política, que se contenta em torcer pela seleção de quatro em quatro anos e pular carnaval durante 4 dias... Enquanto isso, políticos roubam, crianças morrem de fome e todas as demais desgraças que acontecem dia após dia, se repetindo continuamente em um círculo vicioso sem fim. Não deveria ser diferente na religião, onde alguns homens abusam da ignorância, inocência e muitas vezes ganância do povo para transformar igrejas em empresas muito lucrativas (para eles é claro), formando "novos líderes" tão cegos quanto o rebanho que conduzem. Pode um cego guiar outro cego? Deus permita que as escamas caiam de nossos olhos e possamos ver a verdade.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...