Frases

28 de jan de 2011

Cansei dos cansados!

(Publicado anteriormente em maio de 2010, em FFCosta)

Bem antes que me interessasse por blog's, eu já lia na grande rede sobre "crentes que cansaram de ser crentes". Eu lia com olhos cheios de esperanças pois via que eu não era o único que estava enxergando os problemas da Igreja hodierna.

Eram várias críticas sobre o modo como os crentes estavam vivendo, como as suas atitudes mostravam um cristianismo fraco, repugnante, desprezível, demoníaco e anti-bíblico. Era demais! Eu concordava com muitos pontos levantados por meus irmãos filhos de profetas, no seu sentido mais clássico.

Só para ter idéia do número de pessoas revoltadas com o estado atual dos "crentes", procure no Google por "cansei de ser evangélico", e encontrará vários textos.

Embora eu concorde com a crítica feita pelos meus irmãos blogueiros, eu tenho que discordar com a máxima de sua crítica: cansaço de ser "crente", "evangélico", "gospel", etc.

Não tenho por cristão-evangélico, muitos desses que hoje dizem "Oi. Sou crente. Da igreja X ou Y". Esses que apoiam seus filhos e filhas a serem homossexuais, dizendo que irão para o céu sem arrependimento dessas práticas.

Não tenho por cristão-evangélico, esses e essas que afirmam sua profissão de fé aos quatro ventos e tiram a roupa para revistas e fazem filmes pornográficos. Alguns dizem que dão o dízimo do cachê... Como se fosse uma balança espírita do carma.

Não tenho por cristão-evangélico, esses que em "nome de Deus" lançam candidaturas para cargos políticos. Não há problema em se envolver com política. É nossa obrigação, envolvermos com a política a fim de levar ética e princípios cristãos para o povo pela via política. O problema é com aquele que se candidata somente  depois de ser conhecido como pastor/levita/obreiro/etc. Para quê foram chamados? Político ou pastor?

Não tenho por cristão-evangélico, esses que estão na Igreja para ficarem ricos, para domarem demônios, para exercerem xamanismo dentro da Igreja para engrandecimento próprio, para realçarem seus “dons” de videntes, etc.


Não tenho por cristão-evangélico, esses que cumprem toda a Lei, mas farisaicamente se esquecem do principal: o amor ao próximo. Querem enriquecer para se esconder do frio com suas barrigas cheias, enquanto o próximo está debaixo das pontes e viadutos cobertos com papelão e com a barriga cheia de nada.




Não tenho por cristão-evangélico, esses tele-evangelistas que venderam suas almas para o diabo em troca de minutos para falarem de um Deus o qual eles mesmos perderam a esperança. Barganham e capitalizam a fé dos fiéis desesperados em serem ouvidos pelo Divino.

Jesus disse que no meio da Igreja haveria joio plantado pelo próprio diabo em meio ao trigo (Mateus 13). E o que vejo de ruim hoje na igreja entendo como joio. Mas sigo a instrução de Jesus: “Não [o arranquem]; para que, ao colher o joio, não arranqueis também o trigo com ele. Deixai crescer ambos juntos até à ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Colhei primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar; mas, o trigo, ajuntai-o no meu celeiro.” Mt 13:29, 30

Sendo assim, fica aqui meu recado aos meus irmãos cansados: animem-se! Não seremos nós quem iremos corrigir esse problema. Haja como profeta denunciando os erros do povo de Deus, e ame os que o cometem. Devemos orar pelos que consideramos errados para que o Senhor abra os olhos desses.

Um comentário:

  1. Muito bom, nada a acrescentar!
    Deus abençoe.

    o-cristao.blogspot.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...